Não exponha os erros dos seu filhos

  • 15 jun

Não exponha os erros dos seu filhos

Quando fazemos isso, estamos expondo muito mais a nós mesmos, nossas feridas infantis, do que nossos próprios filhos.

Crianças merecem respeito,

Merecem ser corrigidas com respeito.

Nossa necessidade de provar que somos bons pais e que nossos filhos não erram nos levam a fazer besteiras e feri-los.

Nós também brigamos,

Nós também tivemos nossas crises,

Nós também “apagamos a velinha do irmão”.

Talvez a forma como fomos ensinados sobre expressar nossa raiva e todos os outros sentimentos que – pasmem – temos todos os sentimentos dentro de nós, prontinhos para serem estimulados, cuidados ou silenciados. Talvez não aprendemos como expressar! E até hoje explodimos, damos birra, apagamos velas por aí…

Só que nós sabemos. NÓS SABEMOS que nossas atitudes refletem diretamente no comportamento dos nossos filhos. Não é fácil porque somos histórias, registros, feridas, exposições. O adulto ferido pede por atenção.

Não é engraçado ver irmãos brigando.

Não é engraçado ver uma pequena explodir de raiva e menos ainda ver o olhar de outra criança como se não se importasse…

Será que está aprendendo a não se importar, fingir, camuflar?

Quando seu filho fizer algo errado, corrija na hora, com o respeito e intimidade devidos! Não temos que provar nada pra ninguém.

Quando seus filhos estiverem em crise, não tome partido, mas ensine a se comunicarem.

Tudo é aprendido!

E tenho certeza que todos nós queremos que nossos filhos sejam irmãos que se amam e se respeitam.

O que estamos fazendo para promover isso?

KARLA CERÁVOLO
Psicóloga, coordenadora da pós de Psicologia Perinatal e Obstétrica.
@karla.ceravolo

Compartilhe:
Abrir bate-papo
Fale agora pelo Whatsapp!